A nova polêmica entre Leonardo DiCaprio e o governo Bolsonaro – VEJA.COM

Ator reproduz reportagem sobre queimadas na Amazônia, e o vice-presidente Hamilton Mourão rebate: “vamos fazer uma marcha de oito horas pela selva”

Por Mariana Zylberkan – Atualizado em 19 ago 2020, 14h43 – Publicado em 19 ago 2020, 14h11

O vice-presidente Hamilton Mourão e o ator Leonardo DiCaprio ./Divulgação

O ator Leonardo DiCaprio está de novo em meio a uma polêmica com o governo Jair Bolsonaro  – e novamente por causa da Floresta Amazônica. No ano passado, ele foi criticado pelo próprio presidente, que o acusou de apoiar ONGs que estavam botando fogo na Amazônia. Agora foi desafiado a marchar no meio da mata da região pelo vice-presidente general Hamilton Mourão.

A nova controvérsia começou depois que, na sexta-feira 14, o ator americano compartilhou no Instagram uma reportagem do jornal britânico The Guardian sobre o aumento das queimadas na Amazônia (abaixo). “O número de queimadas na Amazônia brasileira em julho aumentou 28% em relação ao mesmo mês do ano ano passado, de acordo com dados do Inpe”, reproduziu. E acrescentou: “O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, está sob pressão internacional para conter os incêndios, mas ele duvidou publicamente da gravidade deles no passado, alegando que oponentes e comunidades indígenas foram os responsáveis”.

Nesta quarta-feira, 19, Mourão respondeu ao ator fazendo um desafio, “Eu gostaria de convidar nosso mais recente crítico, o nosso ator Leonardo DiCaprio, para ele ir comigo a São Gabriel da Cachoeira (AM) e fazermos uma marcha de oito horas pela selva”, disse o vice-presidente no Fórum Mundial Amazônia+21. “Ele vai aprender, em cada socavão (cavidade) que ele tiver que passar que a Amazônia não é uma planície, e aí entenderá melhor como funcionam as coisas nesta imensa região”, continuou.

DiCaprio já esteve na Amazônia antes. O ator, que é conhecido por seu ativismo em prol do meio ambiente, visitou uma tribo indígena no Parque do Xingu, no Mato Grosso, em 2004, acompanhado pela então namorada, a modelo brasileira Gisele Bündchen.

A modelo brasileira Gisele Bündchen e o ator americano Leonardo DiCaprio, durante visita a índios no Parque do Xingu, no Mato Grosso ./Divulgação
A nova polêmica entre Leonardo DiCaprio e o governo Bolsonaro – VEJA.COM
Rolar para o topo