Bolsonaro prestes a espumar – RUY CASTRO, FOLHA

Quando isso acontecer é porque só lhe restará ser enjaulado

Alguns comentaristas acreditam que, em toda sua carreira, Jair Bolsonaro “viveu do confronto” e que, agora, com Lula à solta, ganhou uma saída para disfarçar o caráter criminoso de seu governo. Ouso discordar. Até dois dias atrás, o imbrochável Bolsonaro nunca soube o que era debater com alguém. Em seus 30 anos como um dos deputados mais medíocres da história, limitou-se a eventuais trocas de insultos e cusparadas com adversários imaginários. Ele próprio era tão desimportante, até para seus pares, que seus ganidos mal chegavam ao noticiário.

Como candidato à Presidência, a facada em Juiz de Fora permitiu-lhe escapar dos debates, o que escondeu sua personalidade demente e inaptidão administrativa e seu potencial de risco para as instituições. Enquanto os adversários se destruíam entre si, elegeu-se sem ser posto à prova. Daí, no trono, não conseguir disfarçar sua incapacidade de debater e dialogar, instrumentos comuns aos que já descemos da árvore.

No Planalto, Bolsonaro só usou até hoje os microfones para escoicear e mentir. Só pode falar em palanques preparados, onde cada palavra sua provoca um coro de kkks cacarejados pelos apoiadores e o estimula a mandar as pessoas enfiarem coisas no rabo. Esse é o seu nível e dos seus. E perguntas de repórteres são respondidas com um grosseiro “Página virada!”, “Assunto encerrado!” ou “Acabou a entrevista!”. Grosseiro, mas conveniente —Bolsonaro não responde porque não sabe responder.

A claque imediata também lhe serve de escudo. Por maiores as barbaridades, os bovinos de terno e de farda que o cercam babam e justificam tudo o que ele fala. Bolsonaro nunca teve um opositor de verdade.

Agora tem. E, na esteira de Lula, é preciso que outros saiam do torpor e também o contestem com fatos, números e argumentos. Quando Bolsonaro começar a espumar pelo canto da boca é porque só lhe restará ser enjaulado.

Bolsonaro no Palácio da Alvorada – Ueslei Marcelino/Reuters

LINK PRESENTE: Gostou desta coluna? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualque

Bolsonaro prestes a espumar – RUY CASTRO, FOLHA
Rolar para o topo