Contra a quarentena, Bolsonaro agora vai bater no aumento da violência – VEJA.COM

Um lote de vídeos já está sendo espalhado pelo gabinete do ódio nas redes

Por Robson Bonin – 

Bolsonaro vai ajustar o discurso nos próximos dias para dizer que o aumento do desemprego levará as pessoas a promoverem saques a supermercados, investirem em assaltos, roubos e outras atrocidades. Adriano Machado/Reuters

Depois de martelar a questão do desemprego como argumento para contrariar a estratégia global de combate ao coronavírus, Carlos Bolsonaro definiu o próximo passo do pai na tese do “voltem às ruas”: o aumento da violência.

Jair Bolsonaro vai ajustar o discurso nos próximos dias para dizer que o aumento do desemprego levará as pessoas a promoverem saques a supermercados, investirem em assaltos, roubos e outras atrocidades.

Um lote de vídeos já está sendo espalhado pelo gabinete do ódio nas redes.

Contra a quarentena, Bolsonaro agora vai bater no aumento da violência – VEJA.COM
Rolar para o topo