CPI DO LEITE CONDENSADO – MARILIZ PEREIRA JORGE, FOLHA

CPI do leite condensado
Fica difícil quando a oposição cria uma cortina de fumaça e perde o foco

“Vai pra puta que pariu, porra (…). É pra encher o rabo de vocês da imprensa essa lata de leite condensado”. Essa foi a reação do presidente da República ao se referir às cobranças sobre os gastos do seu governo, num evento, nesta quarta-feira (27).

Questionamos como um sujeito tosco feito Bolsonaro foi eleito, mas a oposição é muito fraquinha, precisa comer feijão para enfrentar essa besta. Certamente tem valores mais nobres do que o presidente, mas isso até a ema que fugiu da cloroquina nos arredores do Planalto tem. Então não chega a ser uma qualidade.

Diante de uma reportagem sobre a conta de R$ 1,8 bilhão da administração Bolsonaro, é constrangedor ver parlamentares alimentarem a desinformação de que se trata apenas do consumo da Presidência, quando o rancho serve para abastecer todos os órgãos ligados ao governo federal, o que inclui ministérios, instituições de ensino, de saúde, as Forças Armadas.

As despesas devem ser fiscalizadas, ainda mais quando mostram aumento de 20% num ano de pandemia. A população tem o direito de saber por que paga por vinho, goma de mascar, pizza e sorvete. Importante também é investigar o suposto superfaturamento de alguns itens do “carrinho” e seus fornecedores.

Motivos para emparedar o governo Bolsonaro não faltam, mas alguns deputados preferem brincar de “CPI do leite condensado”, que pode até render punições se houve irregularidades nas compras. Mas quem acredita que vai derrubar um governo?

Difícil quando a própria oposição cria uma cortina de fumaça e perde o foco. Há provas de crimes de responsabilidade, da negligência na crise de oxigênio em Manaus, do desdém na gestão da pandemia, da incompetência na negociação das vacinas. A Constituição também prevê impeachment por indignidade e por quebra de decoro, mas essas linhas Jair já cruzou há muito tempo e ninguém fez nada.

Mariliz Pereira Jorge
Jornalista e roteirista de TV.

CPI DO LEITE CONDENSADO – MARILIZ PEREIRA JORGE, FOLHA
Rolar para o topo