GOVERNO ENTRA NA GUERRA ARMADO COM ESTILINGUE – JOSIAS DE SOUZA, BLOG DO JOSIAS

As primeiras medidas emergenciais anunciadas pelo Ministério da Economia para combater os efeitos econômicos da pandemia do coronavírus revelam que o governo entra na guerra com um armamento precário.

Ao antecipar de agosto para abril os R$ 23 bilhões da primeira parcela do 13º dos aposentados, o governo tenta sustentar por algum tempo o consumo, para que as empresas mantenham a produção e os empregos.

Não há dinheiro para mágicas como desonerações fiscais, avisa de antemão o secretário do Tesouro Mansueto Almeida.

Sem recursos e com a agenda de privatizações e de reformas estruturais em atraso, o governo guerreia como pode. É como se combatesse um monstro gigantesco com estilingue.

**

GOVERNO ENTRA NA GUERRA ARMADO COM ESTILINGUE – JOSIAS DE SOUZA, BLOG DO JOSIAS
Rolar para o topo