HUMOR (NEGRO): OMS RECOMENDA ISOLAR BOLSONARO – RENATO TERRA – FOLHA

Estarrecida com a imaturidade de Jair Bolsonaro, a Organização Mundial da Saúde recomendou seu isolamento. “Levem-no para o espaço Kids, liguem a TV na ‘Patrulha Canina’. Comprem um estoque de G.I. Joe, uma pista maneira do Hot Weels, sei lá ”, discursou, atordoado, Tedros Adhanom Ghebreyesus, presidente da OMS. Em seguida, de joelhos, Ghebreyesus implorou: “Mas deixem os adultos coordenarem as ações para mitigar a pandemia, minha santa periquita do bigode loiro”.

Contrariado, Bolsonaro meteu a língua entre os lábios e saiu fazendo “prrrrrrrrrrrrr” para que sua saliva atingisse todos à sua volta. “EU faço o que EU quiser, tá ok? Ninguém manda em mim”, berrou, batendo panelinhas do Kit Enfant Terrible da Estrela.

Questionado sobre a queda nas bolsas, o capitão retrucou. “Tudo culpa da China. Olha só aquelas bolsas vendidas na 25 de março. Não aguentam uma queda que já se desfazem”.

Para demonstrar que o Brasil nunca esteve tão bem, o presidente pegou um pote de sorvete napolitano e tirou apenas o chocolate. “O problema é que a extrema mídia continua a produzir morango e creme”, berrou. Em seguida, jogou o pote no chão e chorou.

Enquanto Bolsonaro não cumpre as orientações da OMS, Luiz Henrique Mandetta prometeu fornecer uma resma de papel e lápis de cor para ele. “Em todas as reuniões para discutir as medidas contra o coronavírus, vou pedir para o presidente fazer um desenho livre para entregar no final. O desenho será anexado ao Diário Oficial”, explicou.

“A gente ainda não conseguiu identificar o que é maior: o alcance da pandemia ou o ego de Bolsonaro”, explicou a infectologista Clarissa Girão. “Ele testou positivo para paranoico, mas não quis fazer a contraprova porque achou que o resultado foi um complô armado pelos chineses em parceria com o Priorado de Sião para implementar o comunismo e trazer o PT de volta ao poder”, completou Girão.

Irritado, o presidente colocou uma meleca embaixo da bancada de Vera Magalhães no “Roda Viva”. Ao ser flagrado por uma câmera, retrucou: “Não fui eu”.

Depois de cuspir em um jornalista, xingar a mãe de um haitiano e colocar uma tachinha na cadeira de Rodrigo Maia, Bolsonaro convocou uma nova manifestação para si mesmo. “A nossa bandeira jamais será branca”, entoou.

No final da tarde, o exame para encontrar Queiroz testou negativo

CONTADOR

Já são 11 dias sem provas de que as urnas eletrônicas foram fraudadas. Uma acusação desse tamanho não pode ser tratada com leviandade.

HUMOR (NEGRO): OMS RECOMENDA ISOLAR BOLSONARO – RENATO TERRA – FOLHA
Rolar para o topo