HUMOR: PLANO DE DESGOVERNO – FLAVIA BOGGIO, FOLHA DE SP

Confira as principais medidas para cada área

O presidente Jair Bolsonaro finalizou, nesta semana, seu plano de governo para 2020. Após uma reunião de 20 minutos com seus ministros em uma unidade do Habib’s, o presidente traçou todas as metas para seu segundo ano no poder.

Folha teve acesso ao conteúdo integral do plano, após um repórter se infiltrar no governo disfarçado de militante conservador. “Sugeri batizar o plano de ‘Terra Plano’ e imediatamente fui contratado”, conta o jornalista.

Ilustração de Nero, cheio de sangue, colocando fogo na Amazônia; a sua volta, espectadores felizes, também manchados de sangue.
[= – Galvão/Folhapress

Confira as principais medidas para cada área:

Meio Ambiente: depois de protagonizar o maior desastre ambiental da história, o governo quer manter o ritmo em 2020. Com a privatização dos parques nacionais, vai transformar as Cataratas do Iguaçu em um enorme tobogã e azulejar os Lençóis Maranhenses. “Ninguém gosta de areia. Entra na sunga e suja o carro”, teria dito o presidente.

Datas comemorativas: depois de criar o Dia do Rodeio na mesma data do Dia Mundial dos Animais e propor o fim das cotas para deficientes no Dia do Deficiente, Bolsonaro quer manter a tradição. Ainda no Carnaval, pretende instaurar o Dia Nacional do Celibato. Também vai acabar com a pensão alimentícia obrigatória no Dia das Crianças e liberar o porte de armas nucleares no Dia da Paz Mundial.

Horário de verão: a suspensão da mudança no relógio gerou uma série de reclamações. Mas, pelo contrário. Em 2020, ele quer implementar horário de inverno norueguês, no qual meio-dia vai virar meia-noite, e meia-noite vai virar meio-dia.

Diplomacia: após culpar Leonardo DiCaprio pelas queimadas na Amazônia e chamar Greta Thunberg de pirralha, Bolsonaro já tem uma nova lista de ofensas. Em 2020, planeja chamar Malala de fedelha, Obama de falsiane e Gandhi de magrelo careca.

Segurança: Sérgio Moro pretende criar medidas mais duras em nome da segurança. Para facilitar seu trabalho, o ministro vai transferir seu ministério para dentro do condomínio Vivendas da Barra, o que vai preservar a total segurança e paz da família Bolsonaro.

Economia: além da alta no preço da carne, o governo prevê aumento no frango, ovos, salsicha, grãos e legumes. O cidadão só não poderá se alimentar de luz porque o preço da energia elétrica também vai disparar.

Flávia Boggio

Roteirista e autora do núcleo de humor da Globo

HUMOR: PLANO DE DESGOVERNO – FLAVIA BOGGIO, FOLHA DE SP
Rolar para o topo