Não caia no golpe da Michelle: como evitar depósitos sem você saber – SENSACIONALISTA, REVISTA VEJA, HUMOR

Uma quadrilha formada por ex-policiais estaria depositando dinheiro em contas de cidadãos de bem a troco de nada

Por Sensacionalista – Atualizado em 13 ago 2020, 13h56 – Publicado em 14 ago 2020, 06h00

 Marcelo Camargo/Agência Brasil

Golpe novo na praça. Uma quadrilha formada por ex-policiais estaria depositando dinheiro em contas de cidadãos de bem a troco de nada — sim, a que ponto chegamos. A mais nova vítima foi a primeira-dama Michelle Bolsonaro: ela recebeu mais de 72 000 reais em cheques de baixo valor. A primeira-dama não soube explicar a origem dos valores e disse que os cheques devem ter pulado o muro ou entrado voando. Chocada com o novo golpe, a sociedade se pergunta: quem ainda usa talão de cheques?

Segundo especialistas, a melhor forma de evitar o golpe é não se relacionar com milicianos por décadas.

Publicado em VEJA de 19 de agosto de 2020, edição nº 2700

Não caia no golpe da Michelle: como evitar depósitos sem você saber – SENSACIONALISTA, REVISTA VEJA, HUMOR
Rolar para o topo