O BRASIL PAROU NO TEMPO – DIOGO MAINARDI em O ANTAGONISTA

O voto nulo está em quarto lugar, com 7 pontos, um a menos do que Ciro Gomes, de acordo com a pesquisa da XP.

Diante do fracasso da Terceira Via, é o que resta para o eleitorado que se recusa a se tornar cúmplice de Lula ou Jair Bolsonaro.

O sociopata, que subiu quatro pontos com a retirada da candidatura de Sergio Moro, parou de crescer. Na pesquisa anterior, realizada duas semanas atrás, ele tinha 14 pontos a menos do que Lula no primeiro turno – e permaneceu com os mesmos 14 pontos. No segundo turno, ele tinha 20 pontos a menos – e continuou igual.

O quadro está congelado. Isso reflete a extrema pobreza da oferta eleitoral, com dois candidatos imprestáveis. A única dúvida, neste momento, é se o tormento vai acabar no primeiro turno ou no segundo.

Lula, na pesquisa da XP, teve 45% dos votos, um ponto a menos do que a soma de seus adversários. Mas ele pode acabar arrebanhando o voto útil dos eleitores de Ciro Gomes, que empacou com 8% e – estupidamente – implodiu qualquer possibilidade de atrair os apoiadores de Moro, com seus ataques recentes.

A Crusoé, em reportagem publicada nesta sexta-feira, mostrou o que pode ocorrer até outubro, com a sociedade entorpecida e rendida, exceto pela franja bolsonarista, que ainda é capaz de animar o eleitorado mais aloprado. Sim, faltam seis meses. O fato, porém, é que o Brasil parou no tempo.

O BRASIL PAROU NO TEMPO – DIOGO MAINARDI em O ANTAGONISTA
Rolar para o topo