O desembarque bolsonarista – DIOGO MAINARDI, EM O ANTAGONISTA

A notícia-crime apresentada por Jair Bolsonaro contra Alexandre de Moraes “ocorreu à revelia de boa parte da cúpula da campanha”, segundo o Valor.

Em particular, Ciro Nogueira e Valdemar Costa Neto.

Eles não estão sozinhos:

“A AGU teria sido consultada e desaconselhado Bolsonaro a levar a ideia adiante.

Advogados mais ligados ao presidente, Frederic Wassef e Karina Kufa, tampouco estavam cientes da mais recente aventura jurídica de chefe do Executivo.”

A questão é uma só: Jair Bolsonaro deve ser derrotado em outubro, e sua turma já está pensando no futuro.

“Quase unânime entre os que concordam ou não com a ação de Bolsonaro contra Moraes é a visão de que o presidente está seriamente ameaçado de perder a reeleição.

Apesar do discurso oficial de que há uma expectativa de que Bolsonaro ultrapassará Luiz Inácio Lula da Silva nas pesquisas até junho ou julho, boa parte do entorno do presidente está preocupada com suas chances de recondução.”

Não se trata exatamente de uma debandada, e sim de um desembarque ordeiro e prudente.

O desembarque bolsonarista – DIOGO MAINARDI, EM O ANTAGONISTA
Rolar para o topo