O louco que nos governa – MIRIAM LEITÃO, O GLOBO

O país já está anestesiado pelas atrocidades diárias do presidente da República. Ainda assim tomou um susto com a criminosa atitude de estimular pessoas à invasão de hospitais. Isso é crime contra a saúde pública, é perturbação da ordem e incitação à prática de ilícitos. Coloca em risco pacientes, médicos e a população. Os seguidores do presidente podem seguir a proposta e executar tal desatino. Ele avisou que encaminhará os vídeos que receber à Polícia Federal. Se o fizer, será denunciação caluniosa. O negacionismo de Bolsonaro levou-o à loucura. Um louco nos governa.

Vamos olhar as leis. O código penal estabelece o crime de pôr em perigo a saúde de outrem (artigo 132), violação de domicílio (150) , infração de medida sanitária (268), incitação ao crime (286). Atentar contra a segurança ou o funcionamento de serviço de utilidade pública (265). Na lei de abuso de autoridade, o artigo 22 estabelece que é crime “invadir ou entrar astuciosamente ou à revelia da vontade do ocupante, imóvel alheio”, no artigo 25, obter provas, em procedimento de investigação ou fiscalização, de forma ilícita. Essa lei prevê o ato de cometer crime por meio de terceiros. Na lei das contravenções penais, artigo 42: “perturbar alguém, o trabalho, ou o sossego alheios, com gritaria ou algazarra”.

Para entrar em um hospital, em qualquer momento, é preciso apresentar documentos, passar pela segurança, saber se a pessoa pode receber visita, lavar as mãos, passar álcool gel, respeitar as restrições. Numa pandemia, todos esses cuidados aumentam. Se é crime invadir um hospital em períodos normais, imagine no meio de uma pandemia. Os governadores do Nordeste em carta o chamaram de inconsequente.

A proposta é um desrespeito aos pacientes, invasão de privacidade desses doentes, ameaça aos médicos e enfermeiros e coloca em risco a própria pessoa que o fizer, porque ela pode contrair o vírus e ser um vetor de contágio. O presidente está levando pessoas à morte com uma fala como essa.

Confesso que num primeiro momento não acreditei. Dei ao presidente Bolsonaro o benefício da dúvida. Infelizmente era verdade. O crime é agravado por ele ser o presidente da República. Ele acha que assim serão desmascarados os governadores e prefeitos, que, no seu delírio persecutório, estariam mentindo sobre os números de mortes e infectados e a respeito da sobrecarga do SUS, para ter ganhos políticos.

Bolsonaro repetiu a afirmação de que ninguém no Brasil morreu por falta de leitos ou respiradores. Está convencido de que há uma conspiração entre imprensa, governadores, Organização Mundial da Saúde (OMS), os que ele acha que são seus inimigos. Todos estariam inventando mortos. Indício claro de transtorno psíquico.
Bolsonaro voltou a atacar o “penúltimo”, que é como ele chama o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, dizendo que o número está alto agora porque Mandetta havia “dado uma inflada”. Vamos desenhar para o primeiro mandatário: quando ele foi demitido, em 16 de abril, os números oficiais eram de 1.933 mortos e de 30.449 contagiados, de acordo com o Ministério da Saúde. Ontem, estávamos com mais de 41 mil mortos e mais de 800 mil infectados. O aumento desde então foi de 20 vezes. Mesmo que todos os óbitos registrados no período do ex-ministro fossem apagados, ainda assim o país teria 39 mil mortes. Aliás, desde que o general Pazuello assumiu, as vítimas fatais pularam de 14.817 para 41.828.

Na frente desta guerra pela vida estão médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, todo o pessoal de apoio. Eles trabalham duro, diariamente, longe muitas vezes das suas famílias, com risco de contaminação, em cargas horárias pesadas, com equipamento de proteção desconfortável e insuficiente, vendo a falta de remédios, passando por momentos de estresse. Inúmeros integrantes das equipes médicas dos hospitais públicos já morreram de Covid-19. Como vítimas desta tragédia, estão os doentes, tentando se recuperar nos hospitais, ou sofrendo numa UTI entre a vida e a morte. Seus parentes estão aflitos à espera de notícias. A todos eles, médicos, pacientes, familiares, o presidente Jair Bolsonaro desrespeitou com essa imperdoável atitude de convocar seus seguidores para invadir hospitais. Que pessoa sã faria isso?

Com Alvaro Gribel (de São Paulo)

TAGS:

COMENTE

LEIA TAMBÉM

OUTRAS PÁGINAS

ÚLTIMAS DE ECONOMIA

Recursos do FGTS estarão disponíveis nas contas digitais a partir de 29 de junho; calendário de saques começa em 25 de julho

Navio chega para dar um gás em Porto do Açu

Governo publica medida provisória autorizando criação de contas digitais para novo saque do FGTS

Auxílio emergencial: beneficiários que estavam na fila para receber 1ª parcela poderão sacar a partir de 6 de julho

AmEx vence licença de compensação de cartões para o mercado de US$ 27 tri da China

Caixa libera hoje saque em dinheiro da 2ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em dezembro

Coronavírus: governo gastou menos de 40% do previsto em ajuda, mas nem tudo chegou a quem precisa

FGTS: Novo saque de R$ 1.045 será liberado na segunda só por aplicativo. Saiba como vai funcionar

Queda na arrecadação do FGTS pode atrasar saque de R$ 1.045

Pesquisa mostra que mais de 60% dos empresários no Estado do Rio não vão buscar crédito neste mês

38 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

ENVIAR

  • LayanaHÁ 8 MINUTOSSenhora respeite meu voto, e por favor não estique a corda!!
  • Ricardo MelloHÁ 4 HORASPrefiro um louco do que corruptos apoiados por ex-terroristas. Prefiro quem pensa no País do que marqueteiros da saúde pública, muitos deles empenhados em desviar milhões enquanto pessoas são impedidas de sobreviver com trabalho honesto enquanto outros morrem sem atendimento porque o dinheiro público não foi corretamente aplicado.
    • Ronaldo SilvaHÁ 30 MINUTOS”Prefiro um louco”, está é a singela cegueira dos fanáticos, como se a corrupção não estivesse comendo solta nos corredores do palácio!

CARREGAR MAIS COMENTÁRIOSO jogo mais viciante do ano!Forge of Empires – Jogo Online Grátis|PatrocinadoMaster Cut: O melhor ralador do mundo chega ao Brasil!Master Cut|PatrocinadoLídia Brondi tem quase 59 anos, tente não sorrir ao vê-la agoraPsychicMonday|PatrocinadoGarçonete passa bilhete para um homem casado, e só depois esposa entende o que dizia.Free Hub|PatrocinadoA esposa de David Luiz deixou todos chocados com sua belezaGame Of Glam|PatrocinadoAnvisa libera pílula que “estica” a pele velha depois dos 40 anos de idadeSkinCaps|PatrocinadoMacGyver tem quase 71 anos, tente não sorrir ao vê-lo agoraLife Exact|PatrocinadoReduza drasticamente rugas e linhas de expressões com isto!Avane Skin|Patrocinadopor taboola

© 1996 – 2020. Todos direitos reservados a Editora Globo S/A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

O louco que nos governa – MIRIAM LEITÃO, O GLOBO
Rolar para o topo