O que diz a claque de Bolsonaro – ROBERTO DIAS – FOLHA

Presidente ativa engrenagem ao ligar a câmera na frente do Alvorada

O dia era de PIB raquítico, mas teve um número que Jair Bolsonaro conseguiu fazer crescer. Foi o de comentários em seus posts no Facebook. Sua média em março vinha na casa de 3.800 reações por post. Isso até a transmissão ao vivo desta quarta (4), ao lado do humorista Carioca. Nas oito primeiras horas no ar, o vídeo somou mais de 16 mil comentários.

Entre algumas poucas críticas e reclamações, como as relacionadas ao preço dos combustíveis, ao efeito das chuvas e às aposentadorias, muitos, muitíssimos elogios, quando não declarações de amor e pedidos de encontro. Uma pequena amostra dá ideia da engrenagem que Bolsonaro ativa ao ligar a câmera na frente do Alvorada.

“Bom começar o dia sorrindo, espantando as tristezas”, escreveu Shirley Aparecida Dervinis, de Osasco.

“Como é maravilhoso ter um presidente que, mesmo com toda luta e problemas, ainda arranja um tempo para abraçar, ouvir, brincar, sorrir para as pessoas!”, escreveu Márcia Ébani, do Espírito Santo.

“Aí pergunta por que o cara é mito. Adoro, ele tira onda mesmo. Comédia com comédia se paga”, disse Luis Claudio Pedroso, de Porto Alegre.

“Para esclarecer aos menos esclarecidos o que é PIB: PIB é um tipo de buzina PIB PIB”, afirmou Lourdes Barros, da Polícia Militar de Minas.

Bolsonaro com o humorista Carioca – Twitter

“A esquerda vai inventar alguma e tentar reverter em falta de decoro, que usou carro oficial para essa palhaçada. É inveja pura”, disse Arnaldo Sens, de Piracicaba (SP).

“Jamais haverá um outro presidente como esse, vamos mantê-lo pelo tempo que for necessário”, disse Gustavo Duarte, de Campo Grande.

“Meu presidente, alguns te chamam de bobão. Mas não é ladrão. Esses jornalistas vão aí só para fazer discórdia e difamá-lo, bando de desocupados. Conte comigo”, escreveu Mauricio Soares, de Santa Bárbara d’Oeste (SP).

“Bonito ver povo inteligente. Parabéns, presidente”, sentenciou Heitor Farias, de Votorantim (SP).

 Roberto Dias

Secretário de Redação da FolhA

MEU COMENTÁRIO

Com pouco pão e muito circo, nada a estranhar nos comentários que o articulista externou.

Confirma a velha assertiva de que “cada povo tem o governo que merece”.

Como dizia o Chacrinha nos velhos tempos da TV, “vocês querem bacalhau?”, e jogava bacalhau para a patuleia, nos tempos em que bacalhau era comida de pobre.

Hoje jogam bananas e sabe-se lá até quando…


O que diz a claque de Bolsonaro – ROBERTO DIAS – FOLHA
Rolar para o topo