Os dias difíceis de Luciano Hang – BERNARDO MELLO FRANCO, O GLOBO

A MIRA DA PF

Os dias difíceis de Luciano Hang

O presidente Jair Bolsonaro e o empresário Luciano Hang no Planalto

O presidente Jair Bolsonaro e o empresário Luciano Hang no Planalto | Daniel Marenco

Vive dias difíceis o empresário bolsonarista Luciano Hang, alvo da operação da Polícia Federal contra financiadores de fake news.

Há duas semanas, o dono da Havan foi condenado por publicar mentiras contra o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel. Terá que se retratar e pagar indenização de R$ 20,9 mil.

Depois disso, a divulgação da reunião ministerial de 22 de abril escancarou a influência de Hang no governo.

Na gravação, o presidente Jair Bolsonaro acusa o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) de ter paralisado uma obra do empresário após encontrar “cocô petrificado de índio”.

Na verdade, quem recomendou a paralisação da obra foi uma consultoria privada contratada pela Havan. Mesmo assim, Bolsonaro mandou demitir a então presidente do Iphan, Kátia Bogéa.

Hang também tem sofrido derrotas na Justiça de São Paulo, onde tenta reabrir suas lojas antes do fim da quarentena.

Os dias difíceis de Luciano Hang – BERNARDO MELLO FRANCO, O GLOBO
Rolar para o topo