Thammy Miranda para Pai 2020 – VERA IACONELLI, FOLHA

O fato de a Natura ter decidido chamar Thammy Miranda —homem trans— para ser garoto propaganda do Dia dos Pais significa que o mercado já precificou o risco do escândalo que provocaria. Estratégia conhecida, que nos lembra as campanhas da Benetton nos anos 1980 e 1990 fotografadas por Oliveiro Toscani. Em plena difusão da ideia de “peste gay” —a fake news da época— Toscani retrata um jovem que morria em decorrência das complicações do vírus HIV como Jesus.

O mercado, que tem como único e exclusivo objetivo vender mais, acaba por revelar o tamanho da brecha pelo qual o novo pode passar, sem arranhar demais a imagem do produto. Em 2018 o Boticário arcou com 17 mil “dislikes” ao colocar uma família negra em seu anúncio. Foi acusada de falta de representatividade num país de maioria negra.

O cálculo matemático fornecido por empresas especializadas em pesquisa de consumo permite apostar —há sempre um risco, claro— em uma tendência que revela e, ao mesmo tempo, antecipa algo. Sim, já podemos pensar em um homem trans para encabeçar uma campanha sobre paternidade, pois há espaço para tal, ou usando termo da filósofa Judith Butler, esse gênero se tornou um tanto mais inteligível. O mérito da campanha é estimular essa inteligibilidade.1 22

Imagens de Thammy Miranda a esposa Andressa e o filho Bento

Thammy Miranda com a esposa Andressa Ferreira e o filho Bento Ferreira Miranda Instagram/thammymirandaLeia Mais

Thammy Miranda com a esposa  Andressa Ferreira e o filho Bento Ferreira Miranda

A família bolsonarista —que tem por política incentivar o pior da sociedade— tem razão quando diz que as pessoas aceitam trans e homossexuais desde que não sejam seus filhos. Isso é um fato, mas ele deve ser combatido, não celebrado. Nesse sentido, vale o elogio à defesa que Gretchen faz do filho Thammy, mas também de mães e pais bem menos midiáticos que têm superado o choque de descobrir que o filho se entendeu com um gênero diferente daquele que lhe atribuíram ao nascer.

Nunca é fácil diante da criação que tiveram e por temerem —com razão— pela vida dos filhos. Basta acessar os números da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra): aumento de 49% de assassinatos de transexuais de janeiro a abril de 2020.

Enchemos a boca para usar os significantes “mãe” e “pai” sem nos darmos conta de que eles são isso mesmo: significantes e, portanto, criações humanas. Antropologia e história estão aí para documentar diferentes formas com as quais seres humanos lidam com o parentesco e filiação —recomendo “After Kinship” de Janet Carsten.

Aos que temem que o mundo ruirá se borrarmos os limites entre homem e mulher é bom lembrar que desde que a humanidade existe esses limites têm sido criados e recriados em diferentes versões. A antropóloga Françoise Héritier contará, por exemplo, que entre os Nuer, tribo de pastores do Sudão, uma mulher estéril pode ser assimilada ao grupo dos homens e ter sua própria esposa, que engravidará de um
desconhecido, mas de cujos filhos ela será o pai.

Pai e mãe são nomes comumente associados aos gêneros e os gêneros são questionáveis. Quanto tempo levará para descobrirmos que a função de pais e mães passa pelo reconhecimento social —que começa a se ampliar—, por um lugar especialíssimo de devoção junto aos filhos e não por pênis e úteros?

Feliz Dia dos Pais para os que conseguem se dedicar suficientemente aos filhos e para os que, com todas suas limitações, nunca desistiram deles.

VERA IACONELLI

Diretora do Instituto Gerar, autora de “O Mal-estar na Maternidade” e “Criar Filhos no Século XXI”. É doutora em psicologia pela USP.

Bento Ferreira Miranda
Thammy Miranda com o filho Bento Ferreira Miranda
Thammy Miranda com Gretchen (mãe), Bento (filho) e Andressa Brito (esposa)
Thammy Miranda com a esposa  Andressa Ferreira e o filho Bento Ferreira Miranda
Thammy Miranda com o filho Bento Ferreira Miranda
Thammy Miranda com a esposa  Andressa Ferreira e o filho Bento Ferreira Miranda
Thammy Miranda com o filho Bento Ferreira Miranda
Thammy Miranda com o filho Bento Ferreira Miranda
Thammy Miranda com a esposa  Andressa Ferreira e o filho Bento Ferreira Miranda
Thammy Miranda com a esposa  Andressa Ferreira e o filho Bento Ferreira Miranda
Thammy Miranda com a esposa  Andressa Ferreira e o filho Bento Ferreira Miranda
Thammy e Andressa  escolhe Grão de Gente para decorar quarto de Bento, seu primeiro filho
O casal Thammy Miranda e Andressa Ferreira
O casal Thammy Miranda e Andressa Ferreira
O casal Thammy Miranda e Andressa Ferreira
Andressa Ferreira mostra ensaio fotográfico com fotos de Bento e Thammy
Andressa Ferreira mostra ensaio fotográfico com fotos de Bento e Thammy
Andressa Ferreira mostra ensaio fotográfico com fotos de Bento e Thammy
Andressa Ferreira mostra ensaio fotográfico com fotos de Bento e Thammy
Andressa Ferreira mostra ensaio fotográfico com fotos de Bento e Thammy

  • COMPARTILHAMENTO ESPECIALCOMPARTILHAMENTO ESPECIALAssinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da FolhaAssinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da FolhaAssinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da FolhaASSINEouFAÇA LOGIN
  • 5

sua assinatura pode valer ainda mais

Uma parcela importante da população se identifica com minorias de gênero e com diferentes orientações sexuais, no entanto, isso não significa que aceite essa realidade sob seu teto. Precisamos reconhecer a dupla moral.

Você já conhece as vantagens de ser assinante da Folha? Além de ter acesso a reportagens e colunas, você conta com newsletters exclusivas (conheça aqui). Também pode baixar nosso aplicativo gratuito na Apple Store ou na Google Play para receber alertas das principais notícias do dia. A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade. Obrigado!

sua assinatura vale muito

Mais de 180 reportagens e análises publicadas a cada dia. Um time com mais de 120 colunistas. Um jornalismo profissional que fiscaliza o poder público, veicula notícias proveitosas e inspiradoras, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?ASSINE A FOLHATÓPICOSRELACIONADOS

ENDEREÇO DA PÁGINA

  • https://www1.folha.uol.com.br/colunas/vera-iaconelli/2020/08/thammy-miranda-para-pai-2020.shtml

comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

JOSÉ OLIVEIRA

Há 3 horas

Será que cabe aqui, mais uma vez, parafrasear Simone de Beauvoir, “Ninguém nasce trans: torna-se trans.”? Estamos vivendo em tempos sombrios e em tempos com luz, muita luz talvez até demais que às vezes nos cegam e temos que ficar alguns instante para voltar a ver novamente. Mas essa empresa como outras, ou todas e prefiro não dizer quem mais, só pensam em dinheiro e jogam todo mundo na fogueira “das vaidades”. E aí vem o mal-estar das identidades. O que é NATURAL? RESPONDA 0 DENUNCIE

DEBORA BARBOSA

Há 4 horas

Alguns comentários são tão simplórios que nos vem à boca o semi sorriso da piedade condescendente. O mundo plano dos bolsonaristas e reacionários, sem complexidade nem reflexão, deve ser até um mundo melhor de viver (para eles) visto que o dispêndio de energia cognitiva é mínimo. Pena que sempre existirão aquelas mentes que olham para trás, refletem sobre o agora e vislumbram e teorizam o futuro para levar a humanidade à frente. RESPONDA 12 DENUNCIE

PAULO CÉSAR DE OLIVEIRA

Há 7 horas

Pais entram com o espermatozoide e mães entram com o óvulo. Tudo muito simples e claro. O que há de questionável nisso? RESPONDA 1 DENUNCIETODOS OS COMENTÁRIOS (5)COMENTE** Apenas para assinantes da Folha

receba notícias da folha

relacionadas

Thammy Miranda para Pai 2020 – VERA IACONELLI, FOLHA
Rolar para o topo