Um Natal inesquecível -MIRIAN GOLDENBERG, FOLHA

Um Natal inesquecível

O melhor presente é aquele que não está à venda

No dia 2 de dezembro dei uma aula online na Casa do Saber do Rio de Janeiro com o título “Amor, sexo e traição na maturidade”. No fim da aula, um dos alunos me perguntou:

“Mirian, você fala muito das mulheres. E nós, homens? Eu nunca consigo agradar a minha namorada. Dou flores, vinhos, chocolates, mas nunca consigo acertar, ela nunca fica satisfeita. A minha maior preocupação é: qual é o melhor presente que eu posso dar a ela no Natal?”.

Primeiro respondi com os dados das minhas pesquisas, mostrando como as mulheres sentem falta de intimidade, de escuta, de atenção e de reconhecimento. Provavelmente ele ainda não conseguiu compreender o que a namorada mais precisa e valoriza no relacionamento amoroso.

Depois dei um exemplo pessoal. “Se meu marido me presenteasse com flores, vinhos ou chocolates eu também não iria gostar. Reciprocidade não é dar ao outro o que você acredita que ele iria gostar, mas ter a sensibilidade para compreender o que ele mais precisa e valoriza. Sabe o que eu mais gostaria de ganhar no Natal? Uma carta e um vídeo romântico dizendo que eu sou o grande amor da vida dele. Um presente que prove que sou especial para ele.”

Ele deu uma risada gostosa: “Eureka. Que alívio. Vou descobrir o que ela mais precisa”.

No dia seguinte ele me escreveu para agradecer a aula. Contou que conversou com a namorada e que eu acertei em cheio. Só que, além da carta de amor, ela quer uma aliança de compromisso. “Vai sair mais caro do que eu pensei, mas tenho a certeza de que ela vai ficar feliz. Muito obrigado pela lição de vida, aprendi a escutar o meu amor.”

Perguntei então ao meu marido quais seriam os nossos presentes de Natal. Ele fez uma listinha: uma massagem completa de uma hora; um pijama levinho para o verão; um binóculo bem baratinho para observar os pássaros e o movimento nas ruas.

Também fiz a minha lista: uma carta bem romântica; um vídeo com uma declaração de amor; uma massagem nos pés de uma hora.

Tenho a certeza de que será um Natal inesquecível. Sei que vou dar e receber aquilo que nenhum milionário pode comprar: amor, compreensão, carinho, companheirismo e tudo o que mais preciso para ser feliz.

Feliz Natal! Espero que você também possa dar e receber tudo aquilo que mais precisa para ser feliz.

Mirian Goldenberg

Antropóloga e professora da Universidade Federal do Rio, é autora de “A Bela Velhice”.

Um Natal inesquecível -MIRIAN GOLDENBERG, FOLHA
Rolar para o topo