Votar ou votar: não há outra opção – HELDER FERNANDES AGUIAR, JORNAL DA CIDADE

Votar ou votar: não há outra opção

“Outro dia li ou ouvi a seguinte estória:

“Uma pessoa chegou a um restaurante e pediu o cardápio; o garçom respondeu! – 1. já traremos a sua comida, já está pronta. – 2. Como? Eu ainda não escolhi? – 1. Escolhemos para você; vou trazer. – 2. Você trouxe salada de isopor, carne de cachorro e de sobremesa jiló! Que isso? – 1. É o que escolhemos para você. Aqui está a conta; pode pagar. – 2. Como? Comi o que não escolhi, estava horrível e ainda vou pagar? -1. Sim! É o que acontece quando você não aparece para votar, anula o voto ou ainda vota em branco: escolhemos e você paga a conta.”

Teremos uns anos muito difíceis pela frente; terra arrasada pela pandemia e pelas políticas públicas implantadas na pandemia da Covid! A dívida da Prefeitura de Bauru é assustadora.

Não lave as suas mãos. Perca uns minutos do seu dia e leia os programas dos candidatos: são possíveis as promessas? Qual o passado do candidato(a); qual seu compromisso com a cidade; assista os debates, pois ao vivo sabemos quem conhece ou não, realmente, os problemas e necessidades da cidade; como se comportou nos últimos anos e especialmente durante a pandemia e, então, não se omita, vá votar. Você é responsável direto pelo seu futuro e dos seus familiares que vivem em Bauru.

Pesquise a intenção nas áreas de saúde, educação e economia, sem se esquecer de esportes, cultura e lazer.

Vote… vote… vote!

Não se omita e nunca deixe de se indignar. O voto é um direito, não uma obrigação e através dele decidiremos nossos próximos 4 anos, talvez 8 anos.

Lembre-se: seu cardápio nos próximos anos depende do que você deseja e não do que desejam para você; o candidato vencedor irá governar para todos os bauruenses e estamos certos que Bauru não tem tempo para perder.

O autor é médico otorrinolaringologista.

Votar ou votar: não há outra opção – HELDER FERNANDES AGUIAR, JORNAL DA CIDADE
Rolar para o topo